LaNCE - Laboratório de Neuropsicolingüística Cognitiva Experimental

Alfabetização fônica computadorizada

            A revisão de toda a bibliografia científica publicada sobre alfabetização nos últimos 80 anos demonstrou a clara superioridade do método fônico, razão pela qual é oficialmente recomendado por organismos como o Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano dos Estados Unidos, o Observatório Nacional de Leitura da França, o Departamento de Educação e Emprego do Reino Unido e o Departamento de Educação de Base de Portugal, dentre tantos outros. Em conseqüência, o método fônico é oficialmente adotado pelos governos dos países que se destacam mundialmente pela qualidade de sua alfabetização e ensino fundamental, como Finlândia, Canadá, Austrália, Irlanda, Inglaterra, Escócia, Suécia, Bélgica, Noruega, França, Estados Unidos, Dinamarca, Espanha, Itália, Alemanha, Cuba, Israel e Portugal. No Brasil, do mesmo modo, esse método foi oficialmente recomendado pela Comissão Internacional de Especialistas, em seu relatório final intitulado Alfabetização infantil: Os novos caminhos, publicado pelo Congresso Nacional em 2003, e novamente neste ano (Capovilla, 2005). Composta por alguns dos maiores especialistas em alfabetização dos Estados Unidos (Marilyn Jaeger Adams), França (Jean-Emile Gombert), Inglaterra (Roger Beard), Bélgica (José Morais) e Brasil (Cláudia Cardoso-Martins, Fernando Capovilla, João Batista Oliveira), tal Comissão foi convocada pela Câmara dos Deputados do Congresso Nacional para mostrar como tirar o Brasil da posição de recordista mundial de deficiência de alfabetização. A Comissão apontou, com firmeza e fundamentação, o método fônico como o caminho cientificamente demonstrado para obter competência de leitura e escrita, caminho esse que havia sido aberto originalmente pelo livro Problemas de leitura e escrita: Como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica (Capovilla & Capovilla, 2004b).

            Depois do grande sucesso do Livro do Professor, intitulado Alfabetização: Método Fônico, já na terceira edição (Capovilla & Capovilla, 2004a), e do Livro do Aluno, intitulado Alfabetização fônica: Construindo competência de leitura e escrita, já na segunda edição (Capovilla & Capovilla, 2005), foi elaborado o presente CD-Rom, com as atividades de alfabetização informatizadas, denominado Alfabetização fônica computadorizada (Capovilla, Macedo, Capovilla, & Diana, 2005). O CD-Rom pode ser usado tanto por professores nas escolas, quanto por profissionais de reabilitação que trabalham com dificuldades de leitura e escrita na clínica.

            O conjunto composto pelo CD-Rom, juntamente com este manual (Capovilla, Capovilla, & Macedo, 2005), com o livro Problemas de leitura e escrita: Como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica, com o livro Os novos caminhos da alfabetização infantil, e com os livros do aluno e do professor, constitui um programa completo de Alfabetização Fônica, cuja eficácia em construir leitura e escrita competentes foi comprovada em mais de uma dezena de estudos científicos publicados em periódicos nacionais e internacionais. O Livro do Professor explica todos os fundamentos científicos do método bem como os modelos teórico-conceituais e as mais recentes descobertas científicas nacionais e internacionais em que se baseia. O Livro do Aluno mostra, de maneira prática e objetiva, como implementar o método no dia-a-dia na sala de aula. Implementado de modo lúdico, sistemático e produtivo, o método constrói, passo a passo, uma aprendizagem sólida e progressiva, uma experiência gratificante de real competência, uma auto-estima elevada e um grande prazer pela leitura e pelo mundo novo que ela descortina. O software alia o caráter lúdico da informática à apresentação sistemática das letras e dos respectivos fonemas e das atividades de consciência fonológica.

            O método consiste em atividades fônicas e metafonológicas. As atividades fônicas se concentram na introdução sistemática de correspondências grafofonêmicas para construir a leitura e a escrita. As atividades metafonológicas se concentram em exercícios para desenvolver a consciência fonológica, especialmente no nível fonêmico. Este manual descreve cada uma das atividades e sugere uma ordem de execução, de forma a avançar de modo progressivo das atividades mais simples às mais complexas.

            Paralelamente a esse software, o Livro do Aluno contém todas as atividades fônicas detalhadamente descritas e ilustradas para implementação direta em sala de aula. O Livro do Professor contém as instruções e explicações completas para implementar essas atividades fônicas. Contém também todas as atividades metafonológicas, com instruções completas para aplicação, de modo intercalado com as atividades fônicas.

Referências bibliográficas
Capovilla, A. G. S., & Capovilla, F. C. (2004a). Alfabetização: Método fônico (3a ed.). São Paulo, SP: Memnon.
Capovilla, A. G. S., & Capovilla, F. C. (2004b). Problemas de leitura e escrita: Como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica (4a ed.). São Paulo, SP: Memnon.
Capovilla, A. G. S., & Capovilla, F. C. (2005). Alfabetização fônica: Construindo competência de leitura e escrita (2a ed.). São Paulo, SP: Casa do Psicólogo.
Capovilla, A. G. S., Capovilla, F. C., & Macedo, E. C. (2005). Alfabetização fônica computadorizada: Fundamentação teórica e guia para o usuário. São Paulo, SP: Memnon.
Capovilla, A. G. S., Macedo, E. C., Capovilla, F. C., Diana, C., & Palácio, C. (2005). Alfabetização fônica computadorizada: CD- Rom. São Paulo, SP: Memnon.
Capovilla, F. C. (2005, Org.) Os novos caminhos da alfabetização infantil (2a ed.). São Paulo, SP: Memnon.


Sumário Pág.
1. Apresentação 5
2. Habilidades desenvolvidas 8
3. Descrição das atividades 11
de Consciência Fonológica 13
1. Palavras 13
1.1 Atividades de completar frases 13
1.2 Atividades de substituir pseudopalavras por palavras 14
2. Rimas 15
2.1 Atividades de selecionar figuras cujos nomes terminam de uma determinada forma 15
2.2 Atividades de selecionar palavras que terminam de uma determinada forma 17
2.3 Atividades de selecionar figuras cujos nomes rimam com o de uma figura-alvo 18
3. Aliterações 19
3.1 Atividades de selecionar figuras cujos nomes começam de uma determinada forma 19
3.2 Atividades de selecionar palavras que começam de uma determinada forma 21
3.3 Atividades de selecionar figuras cujos nomes aliteram com o de uma figura-alvo 22
4. Sílabas 23
4.1 Atividades de contagem de sílabas, selecionando figuras cujos nomes são monossílabos, dissílabos, trissílabos ou tetrassílabos 23
4.2 Atividades de adição silábica em palavras escritas com formas geométricas 24
4.3 Atividades de subtração silábica em palavras escritas com formas geométricas 26
4.4 Atividades de inversão silábica em palavras escritas com formas geométricas 28
5 Fonemas 29
5.1 Atividades de adição fonêmica em palavras escritas com formas geométricas 29
5.2 Atividades de subtração fonêmica em palavras escritas com formas geométricas 31
5.3 Atividades de inversão fonêmica em palavras escritas com formas geométricas 33
Menu de Alfabeto 34
1. Vogais 34
2. Consoantes 43
3. Encontrando palavras 76
4. Descobrindo palavras 79