Principal Imprimir E-mail
Comunidade IPUSP - Docentes - José Moura Gonçalves Filho

tit_comunidade
Principal
| Disciplinas | Extensão | Grupos de Pesquisa | Laboratórios | Lattes | Projetos | Publicações

José Moura Gonçalves Filho

jose-moura-goncalves-filho
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

  • Professor Doutor, Departamento de Psicologia Social e do Trabalho Doutor, Instituto de Psicologia, USP (2000)


Psicologia Social de Fenômenos Histórico-Culturais Específicos
Psicologia Social, Saúde Coletiva e Política


O docente teve sua pesquisa sempre polarizada pelo exame de um sofrimento político, a humilhação social, que gradualmente ganhou seis enunciados:

  • rebaixamento moral longamente formado, um sofrimento histórico, angústia disparada pelo impacto traumático da dominação;
  • impedimento da ação e da palavra; impedimento de cidadania; um sintoma de desenraizamento;
  • persistente mal-estar público: o amargo sentimento de bens públicos como bens expulsivos; o pressentimento de ofensas e o sentimento de não possuir direitos;
  • condição especialmente vinculada, nas sociedades modernas, às formas simples ou simplificadas do trabalho assalariado;
  • condição em que ficou impedida a aparição de um agente de dons, encoberto sob a figura fixa do carente; um congelamento das trocas;
  • embotamento do rosto, invisibilidade pública ou superexposição reificante, uma perda de fiadores humanos no círculo do reconhecimento.

 

O pesquisador inclinou-se para a narrativa de episódios testemunhados e para as histórias de vida, aferindo relações entre memória, angústia, transferência e cura. Decidiu-se também por interrogações de método: buscou discutir impasses da observação participante e da prática de entrevistas em Psicologia Social.

 

Três observações sobre o estado atual da tarefa: a) a pesquisa sobre humilhação social orientou-se agora para o caso da humilhação racial; b) certos temas de iniciação em psicologia social, psicanálise e fenomenologia têm sido retomados segundo os resultados da pesquisa principal e têm alcançado ensaios didáticos: são temas tais como o mundo, a pessoa, o signo, o rosto, o contato e a comunicação, os impulsos humanos, a extensão e o conteúdo de experiências cognoscitivas e de experiências éticas; c) alguns poucos ensaios têm sido também elaborados por recurso textos literários (contos de Machado de Assis para o tema da humilhação racial, narrativas de Clarice Lispector e um poema de Fernando Pessoa para os temas de iniciação).

 

 

Publicações Selecionadas

 

  • Gonçalves Filho, J. M. Humilhação Social: um problema político em Psicologia. In : Revista Psicologia USP. São Paulo, IPUSP, v. 9, n. 2, 1998 , p. 11-67.
  • Gonçalves Filho, J. M. O bairro proletário e a hospitalidade. In: Revista Boletim de Psicologia. São Paulo, Sociedade de Psicologia de São Paulo, v. XLVIII, n. 108, Janeiro-Junho 1998, 27-47.
  • Gonçalves Filho, J. M. A memória da casa e a memória dos outros. In: Revista Travessia. São Paulo, Centro de Estudos Migratórios, Ano XI, n. 32, Setembro-Outubro / 98 , p. 17-24.
  • Gonçalves Filho, J. M. Problemas de método em Psicologia Social : algumas notas sobre a humilhação política e o pesquisador participante. In: Bock, A. M. B. (org.). Psicologia e Compromisso Social. São Paulo: Cortez, 2003, pp. 193-239.
  • Gonçalves Filho, J. M. A invisibilidade pública (prefácio/ensaio). In: Costa, F. B. da. Homens invisíveis – relatos de uma humilhação social. São Paulo, Globo, 2004.
 


Instituto de Psicologia da USP

Av. Prof. Mello Moraes 1721
CEP 05508-030
Cidade Universitária - São Paulo - SP

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.