Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade
Linhas de Pesquisa: Angústia, Memória e Trauma na Metapsicologia Freudiana. Saúde. Desenvolvimento Humano. Psicanálise. Clínica Extensa. Psicopatologia Psicanlitica. Psicopatologias Contemporâneas.
Telefone: 55 11-3091-4355 | analoffredo@usp.br | Lattes | Google Acadêmico


Graduação no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (1971), Mestrado em Psicologia no Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro(1975), especialização em Gestalt terapia no Instituto Sedes Sapientiae (1982), Doutorado em Psicologia Clinica no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (1992), especialização em “Fundamentos Filosóficos da Psicologia e da Psicanálise”, no Centro de Lógica e Epistemologia da Unicamp (1994), Livre-docência em Metapsicologia Freudiana no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (2012).Docente do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, desde 1984, no qual é Professora Associada do Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade e orientadora credenciada do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (nível Mestrado/Doutorado). Membro filiado da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo, desde 1999 e do Centro de Estudos em Teoria dos Campos (CETEC), desde 2006. Membro da Comissão Capes-Anpepp da avaliação de periódicos da área de Psicologia, de 2005 a 2006 e da Comissão de Credenciamento de Periódicos da USP, de 2006 a 2009. Integrante da Comissão Editorial do Jornal de Psicanálise, da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo,de 2005 a 2008 e Editora da Revista Psicologia USP, periódico oficial do Instituto de Psicologia da USP, de 2003 a 2012. Tem prestado assessoria ao Comitê Temático em Psicologia, Programa SciELO/FAPESP e é atualmente Chefe do Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade do Instituto de Psicologia da USP.

Angústia, Memória e Trauma na Metapsicologia Freudiana: O quadro das formas de sofrimento psíquico proeminentes na contemporaneidade, articulado aos abalos da ordem paterna, aos distúrbios da família e à vulnerabilidade ao amplo espectro do campo do traumatizante, pertinentes à constituição das subjetividades de nosso tempo, é analisado à luz da perspectiva fornecida pela definição freudiana de neuroses atuais, mais especificamente, da neurose de angústia, marcada fundamentalmente por insuficiências nos processos de simbolização. Desse modo, seria possível reportar a “ neurose coletiva” da atualidade ao modelo fornecido pelas neuroses atuais, em que a carência de representação psíquica em função dos obstáculos à construção de sentido das experiências é substituída por atos ou sintomas somáticos, que se presentificam no real do corpo e do mundo.Nesse contexto,são examinadas as conseqüências teórico-clínicas relativas ao método de interpretação, com a retomada de uma categoria patológica quase deixada de lado pelo próprio Freud e, por tempo considerável, por grande parte da comunidade psicanalítica, desde que se apresenta como um recurso teórico útil para a compreensão de certas expressões do mal-estar contemporâneo.

Publicação selecionadas

Loffredo, Ana Maria – A Cara e o Rosto.São Paulo: Escuta,1994.271p.

Loffredo, Ana Maria –Em busca do referente, às voltas com a polissemia dos sonhos:a questão em Freud, Stuart Mill e Lacan. Psicologia USP, São paulo,v.10,n.1.p.169-197,1999.

Loffredo, Ana Maria – Sobre a escrita dos relatos clínicos freudianos.Jornal de Psicanálise,São Paulo, v.35, p.175-189,2002.

Loffredo, Ana Maria – A noção de representação na metapsicologia freudiana.In:Herrmann,Fábio e Lowenkron, Theodor.(Org.)Pesquisando com o método psicanalítico.São Paulo:Casa do Psicólogo, 2004,p.309-322.