O Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica compreende dois níveis de formação – o mestrado e o doutorado – diferenciados pela amplitude e profundidade dos estudos. Seguindo o Estatuto da USP, o Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica consta de um conjunto de atividades programadas, avançadas e individualizadas, acompanhadas por orientador que seja portador, no mínimo, do título de Doutor. Essas atividades incluem e privilegiam o ensino e a pesquisa, procurando sempre a integração do conhecimento.
O Programa é entendido como um sistema de formação intelectual e, ao mesmo tempo, de produção de conhecimento na área da Psicologia Clínica. Há ainda o programa de Pós-Doutorado pela Unidade (informações disponíveis em Pesquisa).

Estrutura Curricular

Dentre outros requisitos, o plano de estudos do aluno compreenderá as disciplinas da área de concentração em que estiver matriculado e, se necessário, de áreas complementares. Caberá ao orientador, em conjunto com o candidato, fixar este plano, que poderá envolver vários departamentos, unidades ou áreas mais amplas, bem como instituições não ligadas à Universidade.

Área de Concentração

O campo específico de conhecimento que irá constituir o objetivo principal dos estudos e das atividades de pesquisa do aluno.

Área Complementar

Abrange disciplinas que não pertencem à área de concentração, mas que são consideradas necessárias para a formação do aluno. As disciplinas de áreas complementares podem ser escolhidas entre os outros Programas de Pós-Graduação, tanto os ligados à USP como os externos a ela.

Aluno Especial

Aluno regular de outros Programas de Pós-Graduação “stricto sensu”, de dentro ou fora da USP, ou portador de diploma de curso superior que não tenha vínculo com Programas de Pós-Graduação “stricto sensu”. A inscrição em disciplina como aluno especial pode ser realizada desde que autorizada pelo responsável pela disciplina. O docente responsável pela disciplina poderá autorizar, para cada turma oferecida, um máximo de quatro alunos especiais sem vínculo. O aluno especial poderá cursar até duas disciplinas, em semestre consecutivo ou não, em programa idêntico ou não.